Onda de calor na Europa: como a Economia Circular pode ajudar a combater o aquecimento global?

Diversos meios de comunicação estão alertando sobre a onda de calor extremo enfrentada na Europa. O Reino Unido atingiu sua temperatura mais alta da história, enquanto em Portugal e na Espanha mais de mil pessoas perderam suas vidas por conta das altas temperaturas, em Paris ocorrem incêndios. 

Segundo especialistas, a causa da onda de calor é uma área de alta pressão atmosférica, chamada de situação de bloqueio. Este sistema inibe a formação de nuvens e a umidade fica baixa, favorecendo o aumento da temperatura. De acordo com a Organização Meteorológica Mundial, o aquecimento global aumenta a frequência e intensidade destes eventos extremos

O aquecimento dos polos também contribui para este evento, além disso, o IPCC – Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas afirma que em áreas continentais o aumento da temperatura é maior do que em áreas oceânicas. 

Alguns dos impactos causados pelo aumento da temperatura global são a elevação do nível do mar, intensificação de chuvas e consequentemente aumento de enchentes, e as próprias ondas de calor, entre outros. Esses impactos afetam todos os ecossistemas, atingindo diversas espécies e põe em risco a vida humana na Terra.

Um das soluções para conseguirmos evitar o avanço do Aquecimento Global é a Economia Circular, já que neste modelo, os materiais são reaproveitados na cadeia de maneira cíclica, onde os recursos naturais são aproveitados e valorizados em todas as etapas produtivas, dessa maneira, evita-se a extração de matérias primas da natureza e o impacto ambiental causado, além de ampliar a sua disponibilidade. De acordo com Walter Stahel, um dos pioneiros da Economia Circular, é estimado que 75% da energia gasta em um processo produtivo é utilizada na extração da matéria prima, portanto se reduzirmos a extração de matérias primas da natureza podemos reduzir os impactos ambientais causados na produção de bens.

Sabe como você pode ajudar? Descartando seus resíduos eletrônicos corretamente! Quando são descartados incorretamente acabam em lixões ou aterros, contaminam os solos, o ar e as águas, além de produzir gás metano, que contribui para o aquecimento global. Uma das formas de ajudar a minimizar esses impactos é descartar seu eletroeletrônico corretamente, assim os componentes presentes podem ser reaproveitados para consertar aparelhos quebrados que ainda possuem uma vida útil, ou para que as peças e componentes sejam comercializadas para fabricantes, que irão reinserí-las na produção, evitando a extração de novos materiais da natureza.

Mil notebooks descartados corretamente equivalem a 2604 kg de CO2 a menos na atmosfera e 605,55 árvores absorvendo CO2 por um ano!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
cb
Endereço
Av. Paulista, 1159 - Conj. 1004
Telefone
(11) 4040-2613
Site
www.circularbrain.io

Copyright© 2022 Circular Brain. Todos os direitos reservados. Avenida Paulista, 1159, 10º Andar – São Paulo/SP | +55 11 3476-8703 | sinapse@circularbrain.io

Fale conosco